Escolha uma Página

Alguém nasceu sabendo? Sabendo respirar, dormir, mamar e chorar todos nasceram. Mas, algo mais todos tem em comum desde o nascimento, o POTENCIAL para aprender coisas novas.

O ser humano cresce em todos os aspectos na proporção em que é estimulado para isso, há um tempo em que dependemos do estimulo dos pais para quase tudo, inclusive estudar e adquirir novas habilidades, porém existe um momento em que precisamos agir por nós mesmos e agregar valor as nossas vidas multiplicando os recursos a partir dos conhecimentos teóricos e práticos que já possuímos, e aqui é pertinente explicar a diferença entre TALENTO, HABILIDADE E COMPETÊNCIA.

Talentos são capacidades inatas que nascem em potencial com o sujeito, por exemplo, algumas pessoas tem uma facilidade enorme para aprender tocar instrumentos musicais ou falar em público, parece-lhes muito natural fazer o que fazem, pois é como se isso já fizesse parte delas.

Habilidades, diferentes de talentos, são capacidades aprendidas por meio de treinamento, por exemplo, dirigir um carro é uma habilidade que qualquer um pode aprender com o devido treinamento, mas daí para ser um piloto de formula um, pode ser necessário sentir-se vocacionado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Competência é a junção de talentos mais habilidades, por exemplo, se uma pessoa tem talento para música, mas não desenvolve esse talento como uma habilidade, nunca chegará a ser competente nisso, porque talento sem treinamento, não leva alguém muito longe.

Mas, se esta pessoa, que tem facilidade para aprender a tocar, dedicar-se a isso e tornar-se HABILIDOSO nisso, será muito competente na execução dessa atividade e então vai se destacar na música.

O que você precisa entender é que independente do talento, você pode se tornar competente por meio do treinamento, pois já dizia Woody Allen, “90% do sucesso, se baseia simplesmente na insistência”.

O aprendizado de algo novo pode ser rápido ou lento, fácil ou difícil, mas de qualquer forma, passará por quatro fases distintas, continue lendo para entender melhor.

 

#1 Ignorância inconsciente.

 

O sujeito não sabe que não sabe, por exemplo, na hipnose, você não sabe hipnotizar, mas nunca pensou em aprender, isso esta fora da sua consciência e do mesmo modo qualquer outro conhecimento, seja dirigir ou fazer acrobacias, é algo que você além de não saber, nunca pensou em fazer.

#2 Ignorância consciente.

 

O sujeito sabe que não sabe, mas quer aprender a hipnotizar, porém ainda não iniciou o estudo teórico e/ou prático. Essa mesma pessoa não sabe dirigir, mas está consciente disso e isso por si só, já representa o começo do seu aprendizado!

#3 Competência consciente.

 

Uma habilidade começou a ser desenvolvida. O sujeito hipnotiza no palco, rua ou clinica, mas ainda não possui NATURALIDADE e SEGURANÇA para fazer isso, assim como uma pessoa que está aprendendo a dirigir, já sabe dirigir, porém isso ainda não se tornou espontâneo, ou seja, ela precisa pensar “agora vou virar a direita/vou passar a segunda marcha movendo o câmbio nessa direção..”.

 

#4 Competência inconsciente.

Você conhece muitas pessoas que são inconscientemente competentes? Elas fazem o que fazem com excelência e despreocupadamente, possuem habilidade e segurança para aplicar na prática o conhecimento que aprenderam. Muitas vezes essas pessoas treinaram por anos até assumirem essa qualidade profissional e agora desempenha esse trabalho com perfeita naturalidade e espontaneidade. Fazem “sem pensar”, intuitivamente até.
A verdade é que todas as pessoas estão em algum dos estágios de aprendizado em qualquer área do conhecimento e se qualquer uma delas decidir aprimorar-se nisso, poderá chegar ao último estágio, seja para ser um hipnotizador profissional ou dominar qualquer outra técnica. A PNL nos fornece ferramentas muito úteis que possibilitam aprendizagem acelerada de qualquer competência, um dos seus pressupostos diz:

“A PNL postula tais atitudes de aprendizagem para todos os seres humanos. Afirma que o quê uma pessoa consegue fazer, outra também poderá: basta obter a estratégia para tal. Tal assertiva, e tantas outras, não são necessariamente verdadeiras – mas o importante é verificar sua utilidade, e não sua veracidade.”
E você, em qual fase está? O que falta para que você alcance o próximo estagio? Lembre-se, sempre podemos fazer melhor o que já fazemos bem e aprender a fazer muito bem o que ainda não sabemos fazer.

 

 

Revisão do artigo: Samej Spenser 

 

Se você gostou desse artigo, compartilhe com seus amigos.

Hipnose sem limites, você sem barreiras.

 

Onde me encontrar

 

deneme bonusu veren siteler | bahis | bahis siteleri | betting | iddaa tahmin | film izle | youporn | deneme bonusu veren bahis siteleri | sportwetten